terça-feira, 4 de novembro de 2014

Doces de fim de verão: compota de abóbora e compota de ameixa

 Olá meus  queridos!
E já chegámos ao final de Setembro. Por aqui na Europa  estamos no início do Outono, felizmente esta semana com bastante sol e sem chuva, depois de um verão  pouco convincente...tal foi a chuva que a semana passada me dediquei aos doces. Fiz vários e uma experiência, geleia de casca de melão.

Doce de abóbora. Quando há, voa, por isso o faço com muito pouco açúcar.





Dois quilos de abóbora, dá cerca de um quilo e pouco de abóbora limpa e como vos disse, coloco apenas uma chávena de açúcar. Geralmente uso açúcar amarelo, desta vez, usei o branco, cristal.


Vai assim ao lume, 40 minutos  a cozer em lume brando, sem qualquer adição de água. A abóbora é parcialmente composta por água, por isso não se coloca água.  O lume brando vai proporcionando  que a água saia da abóbora e ela acaba por se desfazer durante a cozedura.




Aqui podem ver a casca de limão, que uso para cozer com a fruta. Depois de  cozida, retira-se as cascas de limão ou laranja, e coloca-se o doce nos frascos, escaldados com água a ferver.



Como não tem qualquer conservante, é um doce de uso rápido, ou seja, dura cerca de um mês e tem de estar no frigorífico.

A quantidade acima mencionada deu um pouco menos de 800 gramas de doce.  Fechem os frascos e mergulhem os frascos bem fechados numa taça com água a ferver até ficar submerso.
Deixar estar um pedaço, retirar, limpar os frascos sem tocar na rolha e colocar a esfriar. Depois guardar no frio.

Os doces que faço, são geralmente semelhantes, uso  sempre fruta da época.As fotos foram tiradas em dias diferentes, porque fiz mais do que uma vez.No frio, se for para durar mais  do que um mês, adicione como no doce de ameixa, duas folhas ou três de gelatina demolhadas, quando retira o doce do lume. Para que lhe dure mais do que um mês.

Doce de ameixa preta



Dois quilos e meio de ameixas, lavadas


posteriormente descaroçadas




Adicionar apenas uma chávena de açúcar, apenas para ajudar a conservar e não para adoçar



Colocar um pouco de canela e o sumo de um limão.



Lume muito brando, ir mexendo, sem adicionar nenhuma água



Ir mexendo sempre


Quando a fruta estiver  bem cozida ( mais ou menos uma hora), o tempo depende da quantidade e da temperatura de cozedura, em lume brando demora mais.

Quando já borbuilha há mais de dez minutos em lume mínimo,
colocar duas folhas de gelatina a demolhar.







Desligar o lume.



Adicionar as folhas de gelatina demolhadas e sem água, no doce /compota que fizemos.
Coloco a gelatina, para que dure uns dois ou três meses, adoro este doce no inverno.


Mexer muito bem e deixar repousar e arrefecer.


Ter frascos previamente escaldados com água fervente, deixando-os mergulhados por largos minutos.Colocar o doce nos frascos. Rolhar bem e depois  mergulhar de novo os frascos, bem rolhados, em água a ferver e deixar ficar. Para criar vácuo.




O aspecto do doce light é este, leve, agradável, pode comer-se com iogurte, gelado, bolo, semifrio, requeijão, queijo fresco etc. Uso para adicionar ao kéfir ( que é muito azedo par o meu paladar) logo pela manhã.


Espero que goste da sugestão, com  tostas,torradas, ou cream cracker, é óptimo para acompanhar o chá ou outras bebidas.

Sem comentários:

Enviar um comentário